PF investiga empresas de hortifruti da Bahia suspeitas de sonegar tributos com valores que ultrapassam R$ 10 milhões

  • 11/06/2024
(Foto: Reprodução)
Dez mandados de busca a apreensão são cumpridos nesta terça-feira (11), nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Poções e Porto Seguro, no sul do estado. PF investiga empresas da Bahia suspeitas de sonegar tributos com valores que ultrapassam R$ 10 milhões Divulgação/PF A Polícia Federal cumpre 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Poções e Porto Seguro, no sul da Bahia, nesta terça-feira (11). A "Operação Xepa" investiga um grupo suspeito de sonegar tributos com valores que ultrapassam R$ 10 milhões. 📱 NOTÍCIAS: faça parte do canal do g1BA no WhatsApp Segundo a Receita Federal, a fiscalização identificou um grupo empresarial que é formado por pelo menos três empresas de distribuição, duas patrimoniais, usadas para ocultação dos bens, e diversas pessoas físicas. As empresas operacionais eram constituídas por pessoas laranjas, sem capacidade econômica, parentes dos investigados, mas sem poderes de gestão nas entidades, que eram delegados por meio de procurações bancárias ou cartoriais. A Receita Federal estima que o prejuízo aos cofres públicos pode chegar a mais de R$ 100 milhões e abranger outras empresas do grupo. Operação é resultado de investigação iniciada a partir de representações fiscais para fins penais, apresentadas pela Receita Federal contra duas empresas do ramo de distribuição de hortifrutigranjeiros. Divulgação/PF LEIA TAMBÉM: Operação contra facção envolvida com ao menos seis tipos de crimes tem 9 presos e um morto Sobe para seis o número de mortos em confrontos com a polícia no sudoeste baiano; PM foi baleado As investigações apontaram que: 👉 O grupo operava com empresas constituídas por laranjas, utilizando três empresas de distribuição de hortifrutigranjeiros e duas empresas patrimoniais, constituídas para ocultação e blindagem patrimonial. 👉 As empresas de distribuição de hortifrutigranjeiros agiam em contexto de "total confusão patrimonial", ao atuar no mesmo ramo de atividade, compartilhar endereços, usar as mesmas marcas comerciais e promover intenso fluxo de valores entre as pessoas jurídicas e físicas que integram o grupo econômico. 👉 Já no braço patrimonial do grupo, empresas constituídas em nome dos filhos dos beneficiários efetivos, sem desenvolver qualquer atividade operacional, acumularam patrimônio expressivo, através de compras de imóveis com recursos estranhos às entidades e de pagamentos direto das empresas do braço operacional. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

FONTE: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2024/06/11/policia-federal-e-receita-federal-deflagram-operacao-contra-sonegacao-de-tributos-e-lavagem-de-dinheiro-na-bahia.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Daqui Pra Sempre

Manu Bahtidão

top2
2. Desejo Imortal

Gusttavo Lima

top3
3. Dois Fugitivos

Simone Mendes

top4
4. Narcisista

Maiara e Maraisa

top5
5. Solteiro Forçado

Ana Castela

Anunciantes