Torcedor do Vitória agredido por integrantes de torcidas organizadas do Bahia e Palmeiras recebe alta hospitalar após 35 dias

  • 21/05/2024
(Foto: Reprodução)
Vanderley Leal de Jesus, de 26 anos, estava com camisa do time quando foi agredido com barras de ferro, no bairro de Pau da Lima, horas antes da partida entre Vitória e Palmeiras. Torcedor do Vitória espancado recebe alta médica em Salvador O torcedor do Esporte Clube Vitória, Vanderley Leal de Jesus, de 26 anos, recebeu alta hospitalar na segunda-feira (20), 35 dias depois de ser agredido com barras de ferro, no bairro de Pau da Lima, em Salvador, por integrantes de torcidas organizadas do Bahia e Palmeiras. 📱 NOTÍCIAS: faça parte do canal do g1BA no WhatsApp Vanderley Leal foi socorrido em estado grave e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde ficou em coma por 20 dias. Apesar da alta hospitalar, o jovem continua sendo atendido na modalidade "home care", uma espécie de atendimento médico domiciliar, com acompanhamento de especialistas. "A gente está cuidando de uma criança, porque psicologicamente ele ainda não responde a todos os comandos da gente. Ainda não tem noção de tempo, tem horas que fala coisas desconexas, fica estressado, se irrita, chora e reclama de dor", contou Cristiane Leal, mãe de Vanderley. Torcedor do Vitória saiu do coma 20 dias após ser agredido Reprodução/Redes Sociais De acordo com Cristiane Leal, por causa das dores, o jovem teve dificuldades para dormir na primeira noite após a alta hospitalar. "Se ele dormiu 40 minutos foi muito. Ficou muito agitado, os médios não fizeram efeito e eu fico toda hora indo no quarto conversar com ele", revelou. O QUE ACONTECEU: Vanderley Leal de Jesus estava vestido com a camisa do Vitória, horas antes do time enfrentar o Palmeiras, no Barradão, com três amigos e a namorada de um deles, quando o grupo foi abordado por três homens que desceram de um carro. Todos estavam a caminho do Barradão e correram. No entanto, Vanderley escorregou e foi espancado pelos suspeitos, que fugiram após o crime. Jovem relatou que conhece suspeitos Durante o Jornal da Manhã, programa da TV Bahia, a mãe de Vanderley Leal disse que o filho revelou conhecer os homens que o agrediram. "Ele disse que foi agredido por três pessoas e que conhece os três. Disse que por conhecer, falou: 'Perae, mano', mas viu que eles iam partir para cima dele", afirmou Cristiane Leal. "Correu, mas não deu tempo. Meu filho caiu e eles, covardemente, agrediram ele", revelou. Enquanto esteve internado no HGE, o torcedor precisou fazer uma traqueostomia e respirou por meio de um orifício no pescoço. Quando saiu do coma, ele não deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) imediatamente, porque apresentou febre causada por pneumonia. Ônibus com torcedores do Vitória é atingido por bomba em Salvador; vidro do fundo do veículo ficou destruído O caso é investigado na delegacia de Pau da Lima e nenhum suspeito foi preso até a última atualização desta reportagem. "Eu fico revoltada, porque é injusto que as pessoas agridam outra por nada e está aí vivendo a vidinha deles normal. Meu filho que está aí, perdeu a liberdade dele, está em cima de uma cama, dependendo dos outros", lamentou a mãe do jovem agredido. "As vidas deles está seguindo e a do meu filho que parou", pontuou. Torcedor do Vitória ficou em coma após ser agredido por integrantes de torcidas organizadas do Bahia e Palmeiras em Salvador Reprodução/TV Bahia Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

FONTE: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2024/05/21/torcedor-do-vitoria-agredido-por-integrantes-de-torcidas-organizadas-do-bahia-e-palmeiras-recebe-alta-hospitalar-apos-35-dias.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Daqui Pra Sempre

Manu Bahtidão

top2
2. Desejo Imortal

Gusttavo Lima

top3
3. Dois Fugitivos

Simone Mendes

top4
4. Narcisista

Maiara e Maraisa

top5
5. Solteiro Forçado

Ana Castela

Anunciantes